Câmera digital 3D no Brasil?

A onda 3D, que já conquistou as telas do cinema e marcou seu território, está migrando para todos os gadgets do seu dia a dia.

E dessa vez pegou as máquinas fotográficas, que vão chegar ao mercado em 2010 com a FinePix Real 3D da Fujifilm.

A FinePix usa o mesmo raciocínio da tecnologia que faz os filmes tridimensionais.

Duas lentes, fazendo o papel do olho esquerdo e do olho direito, captam a imagem simultaneamente.

A sobreposição das duas imagens causa o efeito de profundidade.

A técnica nada mais é do que a reprodução do velho processo realizado pela visão humana.

Uma vantagem: ao contrário dos filmes, as fotos da Fujifilm vão dispensar os óculos.

A empresa vai oferecer duas possibilidades de visualização: um porta retrato digital (o FinePix Real 3D Photo Frame, com LCD 3D e resolução de 920.000 pixels) ou impressões 3D.

Nessas impressões, uma pequena película plástica fará o papel dos óculos e vai dar o efeito de profundidade e de que algumas imagens pulam para fora da foto.

Camera Digital 3d

Camera Digital 3d

A Fujufilm ainda não revelou detalhes sobre como isso funciona e nem o preço de cada revelação, só se sabe que deve estar abaixo dos cinco dólares.

Mas do mesmo jeito que o 3D já existia antes no cinema (com os horríveis óculos de plástico colorido) a foto em 3D também já estava lá, agora só ficou mais moderninha.

Alguns modelos customizados – bastante rudimentares, diga-se de passagem, unindo duas câmeras com uma barra de metal que deslizava – já estavam disponíveis para venda na internet em 2006.

Também já existiam controles para tirar fotos de 2 máquinas simultaneamente produzindo o efeito 3D.

As grandes novidades da máquina da Fujifilm ficam por conta da revelação das fotos e, claro, sua portabilidade.

“Eu dei uma olhada no protótipo da câmera 3D o mês passado na sede da companhia em Tóquio, e fiquei surpreso ao ver que ela não era muito maior ou mais pesada que algumas câmeras convencionais”, disse o jornalista Coco Masters, da revista Time.

O preço do brinquedinho é que deve assustar. Se nos Estados Unidos – onde gadgets são drasticamente mais baratos do que no Brasil – vai custar cerca de 600 dólares (mais ou menos o dobro de uma máquina digital convencional) imagine quando ela chegar aqui. Mas a Fujifilm está apostando que o consumidor vai topar pagar a mais pelo prazer das fotos 3D.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s