Veja dicas para melhorar a performance de sua rede sem fio

Com a grande popularização dos notebooks, as redes sem fio se tornaram algo extremamente comum em nosso dia-a-dia – praticamente em todos os lugares é possível detectar alguma rede wireless. Com a evolução da tecnologia, esse tipo de conexão se tornou suficientemente rápida e confiável para substituir redes cabeadas em pequenas empresas e residências.

Porém, muitas vezes, a rede não nos proporciona uma conexão com o desempenho idealizado. Em muitos casos é possível melhorar consideravelmente a qualidade da conexão através de medidas simples. Neste artigo compartilharei algumas dicas que podem ajudar a melhorar a performance da sua rede sem fio.

Posicionamento do roteador
Uma rede wireless usa ondas eletromagnéticas como forma de transferir dados. Estas, podem ser afetadas, e inclusive bloqueadas, por objetos e estruturas triviais em qualquer ambiente doméstico. É importante considerar estes objetos na hora de instalar um roteador.

Muitas vezes um simples reposicionamento pode melhorar significativamente a cobertura e a performance da rede em pontos periféricos de uma casa ou escritório. É recomendado, sempre que possível, instalar o roteador sem fio em um local central da residência, para que os cômodos mais distantes recebam um sinal melhor. Por exemplo, se o roteador está próximo a uma parede externa, o sinal do lado oposto da casa será, pelo menos, mais fraco do que se o aparelho estivesse em uma área central.Rede sem FIO

Outra medida simples é manter o roteador em um local mais alto, sem obstruções ao redor. Além disso, é geralmente melhor deixar a antena do aparelho na posição de 90º (em relação ao solo), salvo em situações onde a cobertura de mais de um pavimento é desejada; isso, porque o raio de maior alcance passa pelo centro da antena.

Assim como paredes de concreto, vidros, grandes objetos de metal – como armários – e água – como em aquários e bebedouros – interferem negativamente na propagação do sinal wireless. Porém, estes últimos podem ser facilmente retirados do caminho do sinal, proporcionando um alcance maior.

É importante ressaltar que em algumas situações – como em ambientes pequenos – as alterações aqui sugeridas não irão resultar melhorias visíveis.

Reduzindo a interferência
Existem vários padrões de rede sem fio no mercado, dentre eles destacam-se o 802.11g, que é o mais popular e funciona na freqüência de 2,4GHz, e o 802.11n, que é relativamente recente e opera em 2,4GHz ou 5GHz.

É intuitivo o fato de que, quanto pior é o sinal da rede, menor é a performance da mesma. A explicação é que, quanto pior o sinal da rede, mais ela é suscetível a perder dados durante a transmissão – o que torna necessário reenviar muitas vezes a mesma informação, gastando um tempo extra. Para amenizar essa perda de informações, o driver da placa de rede sem fio reduz, automaticamente, a velocidade de transferência conforme o sinal vai ficando pior.

Um dos fatores que contribui com a degradação do sinal é a interferência. Ela acontece quando diversos aparelhos utilizam a mesma freqüência, ao mesmo tempo. Essa “concorrência” entre duas ou mais ondas pode prejudicar qualidade do sinal do roteador – reduzindo ou inviabilizando a transferência de dados.

Com a popularização das redes sem fio, é muito comum encontrar diversas redes operando simultaneamente, na mesma freqüência, em lugares muito próximos. Para que elas possam funcionar ao mesmo tempo, existe, em todos os roteadores, uma configuração chamada de “Canal” – que é uma espécie de variação da freqüência do aparelho; se a “distância” entre os canais for suficientemente grande, os dois equipamentos não irão interferir entre si. Para roteadores 802.11g, os canais variam de 1 a 11 – os canais 1, 6 e 11 são os que menos interferem entre si.

Portanto, para evitar interferências com redes vizinhas, é possível utilizar softwares como o NetStumbler e o KisMac para detectar os canais das redes existentes. Com posse desta informação, é possível escolher o canal mais adequado para configurar a sua rede.

Além de interferências com outras redes sem fio, existem outros eletrônicos que utilizam as mesmas freqüências dos roteadores, com destaque dos telefones sem fio(2,4GHz e 5GHz) e o forno microondas(2,4GHz).

A interferência com telefones sem fio é mais simples de ser resolvida. Caso a sua rede opere em, por exemplo, 2,4GHz, basta adquirir um telefone de 900MHz ou 5GHz que não ocorrerá interferências entre os aparelhos.

A interferência com o forno de microondas afeta apenas redes de 2,4GHz. Isso geralmente não gera problemas. Porém, caso o eletrodoméstico esteja prejudicando a estabilidade da rede, as soluções são: trocar o forno de lugar, ou investir em um roteador que opere em 5GHz.

Considerações Finais
Além das sugestões apresentadas anteriormente, é importante destacar que manter o firmware dos equipamentos de rede sempre atualizado é uma prática que pode ajudar a melhorar a eficiência da rede, já que novas versões geralmente trazem otimizações e correções de bugs. Muitos fabricantes disponibilizam a ferramenta de atualização no próprio roteador, proporcionando um processo bem fácil e simples.

Em residências grandes, é possível que um roteador não tenha potência suficiente para cobrir toda a área do ambiente. Por isso, existem dispositivos chamados de repetidores, que trabalham em conjunto com um roteador, para expandir o raio de cobertura do sinal.

Portanto, em grande parte das situações, algumas medidas simples – como repensar a localização do roteador – podem aumentar a performance de uma rede. É importante tentar eliminar as interferências com outros equipamentos, já que esta é a principal causa de instabilidade nas conexões sem fio. Além disso, caso o ambiente seja muito grande, considere a adoção de um repetidor wireless.

4 comentários sobre “Veja dicas para melhorar a performance de sua rede sem fio

  1. Pingback: Rede WI-FI – 11 dicas fundamentais para melhorar a sua. « W and D
  2. Pingback: Wi-Gig: Conexão Wireless a 7 Gbps já é possível graças a PANASONIC « W and D
  3. Pingback: Especial de Aniversário I: Bateria de Notebook HP já pode durar até 32 hs « W and D
  4. Pingback: Como trocar memória RAM e HD de um Notebook. « W and D

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s