Fim dos Downloads de filmes, Megaupload fora do ar, FBI que mandou e hackers revidam tirando site da Universal do ar

Seria o fim da download de filmes.
Na guerra entre pirataria e as Grandes Empresas de Áudio Visual só esta no começo.
O site UOL, traz a notícia de que o FBI mandou o Megaupload sair do ar.

O prejuízo causado pelo Megaupload e serviços parecidos chega a US$ 500 milhões, diz FBI

O prejuízo causado pelo Megaupload e serviços parecidos chega a US$ 500 milhões, diz FBI

O FBI, polícia federal dos Estados Unidos, restringiu o acesso ao site de compartilhamento Megaupload, que saiu do ar nesta quinta-feira (19). De acordo com a autoridade policial americana, o site “promove a distribuição em massa” de conteúdo protegido por direitos autorais. O prejuízo causado pelo Megaupload e outros serviços de compartilhamento afiliados chega à ordem de US$ 500 milhões, informa o FBI. O grupo hacker Anonymous revidou, convocando um ataque (veja como funciona).

Apesar de a decisão, em tese, afetar apenas usuários americanos do Megaupload, a página de compartilhamento também estava indisponível quando acessada do Brasil na noite desta quinta. O bloqueio foi realizado um dia depois de diversos sites norte-americanos protestarem contra dois projetos de lei antipirataria.

Poucas horas após o anúncio da ação contra o Megaupload, hackers do grupo Anonymous divulgaram pelo Twitter um ataque aos sites da Universal Music, uma das companhias que acusam o Megaupload de pirataria, e ao site do Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Os dois sites ficaram inacessíveis após a divulgação da retaliação. Em comunicado, o grupo Anonymous afirmou: “A ação contra o Megaupload mostrou que não é necessária uma lei como a Sopa ou sua irmã, a Pipa, para tirar um site do ar.”

Segundo o FBI, sete pessoas são acusadas de operarem o Megaupload e sites relacionados, sendo que quatro delas foram presas. O detalhamento da ação inclui na acusação lavagem de dinheiro e infrações graves de direitos autorais. A pena máxima pelos crimes é de 20 anos.

Em entrevista ao “New York Times”, Ira P. Rothken, advogado do Megaupload, afirmou que ainda não viu o processo. Ainda assim afirmou: “Obviamente temos preocupações sobre a legalidade desse procedimento. A ação foi tomada sem a realização de uma audiência”.

De acordo ainda com o jornal americano, alguns minutos antes de o site sair do ar, o Megaupload publicou um comunicado informando que não há só conteúdo que viola direitos autorais no serviço. “O fato é que a maioria do tráfego gerado pelo Megaupload é legítimo e nós estamos aqui para ficar. Se a indústria de entretenimento quiser tirar vantagem de nossa popularidade, nós estamos dispostos a iniciar um diálogo. Nós temo algumas boas idéias. Por favor, vamos manter contato.”

‘Indústria do crime
A “indústria do crime”, como cita o órgão americano, é chefiada por Kim Dotcom, fundador do Megaupload, que mantém residência na Nova Zelândia e em Hong Kong, sede do site de compartilhamento.

“Por mais de cinco anos, o site operou de forma ilegal reproduzindo e distribuindo cópias de trabalhos protegidos por direitos autorais, incluindo filmes – disponíveis no site antes do lançamento –, músicas, programas de TV, livros eletrônicos e softwares da área de negócios e entretenimento”, diz o órgão.

O site Megaupload tem mais de 150 milhões usuários registrados, 50 milhões de visitantes diários e soma 4% de todo tráfego da internet mundial.

De acordo com o FBI, o modelo de negócios do site de compartilhamento de arquivos promovia o upload de cópias ilegais. Tanto é que o usuário era recompensado pelo site quando incluía arquivos que eram baixados muitas vezes. Além disso, o Megaupload pagava usuários para criação de sites com links que levavam para o serviço.

Conforme alegado no processo, os administradores do site não colaboraram na remoção de contas que infringiam direitos autorais, quando solicitados pelas autoridades. Para citar o “descaso” da empresa, o FBI comenta que quando solicitado, o site ia lá e removia apenas uma cópia, deixando disponível outras milhares de cópias do arquivo pirateado.

Vídeo controverso de apoio
Em dezembro, em função de um processo da gravadora Universal contra o Megaupload, o site lançou um vídeo em que vários artistas americanos – também vítimas de cópias ilegais distribuídas no serviço – apoiam o que a página faz. Em um dos trechos, Will.i.am, do grupo Black Eyed Peas, diz: “Quando eu quero enviar alguns arquivos pelo mundo, eu uso o Megaupload.”

Artistas como o ator Jamie Foxx, a jogadora de tênis Serena Willians e o rapper americano Kanye West aparecem no vídeo apoiando o site dizendo que “gostam do Megaupload”.

Alguns dias após o lançamento do vídeo, o cantor Will.i.am informou que ele não havia autorizado o uso da sua imagem na campanha. O vídeo chegou a ser removido do YouTube, mas há várias cópias dele disponíveis no site.

Projeto de lei antipirataria
O site foi fechado um dia depois que diversas páginas nos Estados Unidos protestaram contra dois projetos de lei parecidos, chamados Pipa (do inglês, lei para proteger a propriedade intelectual) e Sopa (do inglês, lei para impedir a pirataria online). A Wikipedia ficou fora do ar por 24 horas na quarta (18), enquanto diversos outros endereços exibiram imagens de protesto contra as duas propostas.

Embora tenham recebido o apoio da indústria cinematográfica de Hollywood e da indústria musical, o projeto Sopa enfrenta a oposição de associações que defendem a livre expressão, com o argumento de que essa lei permitirá ao governo americano fechar sites, inclusive no exterior, sem necessidade de levar a questão à Justiça.

Debatido no Congresso, o Sopa permitiria ao Departamento de Justiça dos EUA investigar e desconectar qualquer pessoa ou empresa que possa ser acusada de publicar material com direitos de propriedade intelectual dentro e fora do país – caso do Megaupload.

Relacionados:

SOPA e PIPA tiram do ar Google, Wikipedia, Amazon, Facebook, Youtube e mais 10 mil

Pirataria vs Lei de Direitos Autorais: Governo faz consulta pública para revisão

GALILEU entrevista: Peter Sunde, fundador do site Pirate Bay

The Pirate Bay novamente online apesar de ordem de tribunal

Depois de The Pirate Bay agora é Partido Pirata

R$ 89 mil Reais, multa por 12 mil músicas, 426 Filmes e 16 séries de TV

Vendido, Pirate Bay foi vendido.

Pirataria é crime? Mais um site condenado a pagar multa por pirataria.

Camisetas contra The Pirate Bay, já estão a venda na Internet

7 comentários sobre “Fim dos Downloads de filmes, Megaupload fora do ar, FBI que mandou e hackers revidam tirando site da Universal do ar

  1. Isso é um absurdo. A pirataria nunca vai acabar e fazendo isso de restringir os downloads vai com certeza acabar com a internet,ninguém vai querer mais usar,a internet vai cair muito e o prejuízo vai ser muito maior. Queremos que pensem nas pessoas que acessam a esses sites,que assistem filmes,seriados,baixam músicas. Tem que se pensar na maioria das pessoas,e não pensar apenas em uma parte da população,pois uma decisão dessa afeta à todos. Isso é um absurdo,e tenho certeza que a maioria das pessoas é contra essas restrições que estão fazendo. Isso não vai melhorar em nada,pelo contrário,só vai revoltar a maioria das pessoas que usam a internet e que fazem dela o seu lazer ou trabalho.

  2. Concordo plenamente, e estou pensando seriamente em diminuir minha net ou cancela-la, pois não vale a pena pagar uma internet só para navegação e ler textos.Claro que existem outras utilidades, mas mesmo assim para eu não interessa muito.E aquelas pessoas que tem net de 10, 15 , 20Mb!?Para quê?

  3. Pingback: 6º da Tecnologia: O que é Anonymous? E por que eles utilizam aquela mascara? « W and D
  4. Pingback: Especial Hackers: D-Link e Intelbras anunciam correção urgente de falhas que permitem acesso irrestrito a alguns modems « W and D
  5. Pingback: Especial Hacker: Ser Hacker é ser ético? Qual diferença entre hacker e cracker? « W and D
  6. Pingback: Extra tecnologia: Megaupload saiu do ar mas deixou 57 substitutos de peso « W and D
  7. Pingback: Megaupload saiu do ar antes de entrar no ar « W and D

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s