Vírus no computador soluções: Não vejo meu antivírus e cadê a camisinha para Pen Drive.

Esse artigo foi escrito atendendo a pedido, e fala sobre algo tão corriqueiro no nosso dia a dia que vale a pena dar uma boa lida e tomar aquele puxão de orelha.

I.            Como apagá-los, evitá-los ou ao menos amenizá-los.

Atuando diariamente com pessoas de todos os níveis de conhecimento e das mais diversas áreas, é estranho, mas inúmeras deles ainda brigam com aquilo que descrevem como máquina estranha e que costumeiramente chamamos de computador, e o motivo de tanto sangangu (preguiça) e dor de cabeça, é com certeza, o tal do vírus.

Relacionados:

Vírus no computador soluções: Não vejo meu antivírus e cadê a camisinha para Pen Drive.

E-mails: Um por todos e todos por um

Secretária 24h selecionando, resumindo o melhor da Internet de graça ou: Twitter

Microsoft e Frankenstein pela reunificação dos computadores

II.            Mas como conseguir se livrar do dito-cujo se nem conseguimos vê-lo, é o que já me alegaram.

Bom, mesmo com esse dilema de não conseguir vê-los, tentarei mostrar através de alguns passos práticos, como deter essa fera que assombra as noites de sono dos técnicos, devido a sua veracidade em atacar justamente a máquina do chefe, a do gerente, salas inteiras e nos horários mais impróprios possíveis, mas se o antivírus estivesse atualizado mais da metade dos problemas estaria resolvido.

III.            Mas se eu tenho um antivírus, onde ele está?

Essa pergunta me foi feita certa vez por um superior que, apesar de ser uma pessoa extremamente inteligente e competente na sua área, não entendia nada de computadores, se bem que em meados de 2000 poucas pessoas se arriscavam a dizer que entendiam, mas para não faltar com respeito, pedi para que decorasse alguns passos práticos e, sempre que fosse chamar ou a mim ou a qualquer outra pessoa do suporte técnico, procurasse antes ver se esses estavam ok.

a)      Ao lado do relógio na barra de tarefas sempre aparecem alguns ícones coloridos e, quase sempre, um deles é um antivírus. Para identificá-lo bastava colocar a seta do mouse sobre eles, o que estiver escrito antivírus você deve clicar duas vezes. Ao fazer isso, procurar ver se o mesmo estava atualizado. Para tanto, bastava ler o que ali dizia. Caso não tivesse, bastava clicar em atualização de segurança ou em Update, e que ele fizesse isso como primeiro ato antes de começar a utilizar o computador.

 b)      Outra coisa muito importante diz respeito aos infelizes dos Pen Drives, visto que se fossem benditos não trariam tanto problema. Mas a solução para evitá-los é ainda mais simples, pois após plugá-los, não tentar abri-los, mas localizar o ícone meu computador e após os dois cliques, verificar que seu dispositivo móvel está aparecendo ali, ao lado esquerdo, sendo representado por uma das letras que se apresentavam a partir da D:, e que após identificado, ele deveria clicar com botão direito do mouse sobre o mesmo e após em verificar, pois assim, se existisse algum vírus ali o próprio antivírus iria encontrar e lhe ofereceria a oportunidade de removê-lo.

Da mesma forma propus aos demais colegas da empresa, e o resultado foi que em duas ou três semanas os chamados técnicos começaram a diminuir, apesar dos inconvenientes vírus não terem sumido, ao menos pararam de perseguir as pessoas que não tinham o hábito de procurar alguém que lhes poderia auxiliar a acabar com dito-cujo: o antivírus.

Mas nem tudo são flores quando se fala de computadores, e com a popularização da internet, outras pragas começaram a aparecer, mas o mais famoso deles com certeza são os portáteis, softwares adaptados para não serem instalados e sim executados direto dos dispositivos móveis, e isso fez com que os vírus voltassem com todo o gás, pois estavam se alimentando de tais programas que costumam ficar nas máquinas e a solução encontrada foi essa:

IV.            Um portable zipado vale mais que dois antivírus juntos.

 a)      Por mais estranho que possa parecer o titulo, ele passa a ter sentido se souberes que se ao guardarmos o nosso portable em uma pasta compactada, isso pode evitar em mais de 75% a possibilidade dele receber um vírus.

 b)      Se lembrarmos que, por ser portable, após a utilização do arquivo, o qual que está bem guardado em um arquivo ZIP dentro do Pen Drive e que só foi extraído ao desktop da máquina para ser utilizado naquele momento, mas depois devemos apagá-lo da máquina para evitar a sua contaminação e podermos, então, continuar usufruindo de ambos, muita dor de cabeça será evitada.

V.            Camisinha para Pen Drive: não, ainda não tem.

 a)      Existem sites seguros que podem servir de Pen Drive para guardar seus arquivos mais preciosos, e o melhor é que eles ainda contam com um sistema de proteção interna o qual ajuda a, se não eliminar, ao menos impedem que os vírus se propaguem com tanta facilidade, e o melhor é que alguns desses serviços, além de serem gratuitos, também estão vinculados aos seus e-mails do Gmail (drive.google.com) e do Hotmail (skydrive.com) com respectivas senhas dos seus e-mails, podendo ser acessados de qualquer lugar a qualquer hora e de qualquer computador que tenha acesso a internet.

Pen Drive

Pen Drive

 

 b)      Assim esses serviços podem e devem ser utilizados livremente, por todos os usuários, em especial os mais leigos em informática, que não costumam seguir ao pé da letra as regras de antivírus.

 c)       Já os Pen Drives por essas pessoas devem ser evitados, pelo menos até inventarem uma camisinha para Pen Drive, pois essa história de ficar sendo espetado de computador em computador, de USB em USB, não pode resultar em coisa boa.

4 comentários sobre “Vírus no computador soluções: Não vejo meu antivírus e cadê a camisinha para Pen Drive.

  1. Pingback: Certificado de colunista no Portal da Educação « W O D Consultoria
  2. Pingback: Microsoft e Frankenstein pela reunificação dos computadores | W O D Consultoria
  3. Pingback: Primeiro prédio “movido” a algas brota na Alemanha | W O D Consultoria

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s